quarta-feira, junho 18, 2008

O grande equalizador

Eu sempre fui a favor de provas globais, de exames, de avaliações. Iguais para todos. É a única maneira de testarmos a realidade dura e pura e pura e dura...

É um espelho terrível que finalmente revela o bom e o mau. Que destrói ilusões de grandeza que era oca, e que revela talentos escondidos por categorizações redutoras. É um grande momento de reality check.

Aconteceu hoje com o meu garoto mais novo. Na escola onde anda (e concluiu agora a quarta classe) foi sempre ofuscado pelo irmão mais velho. O "ponderado", educado, mais tímido e mais reservado. Que teve sempre mais de 90% nos testes de tudo e mais um par de botas, e quando fez os exames nacionais de aferição do ano passado obteve, "naturalmente", o máximo, A a matemática e A a português. Era indiscutivelmente o mais sensato, o mais calmo, o mais "inteligente". No quinto ano repetiu a dose, e ainda bem....

O mais novo foi sempre o "artista". O que pegava em materiais como papel, agrafos, cola, tinta, partes dos Dragons e dos Bionicles e fazia uma máscara do Predator ou do Alien (bastante realistas...) e depois recriava a "persona" numa pantomina criativa que nunca cessava de nos surpreender. Só que tinha belíssimas notas também (sempre mais de 90%...). Mas era sobretudo "engraçado", mesmo para os colegas (os pares) a imagem passava e ficava colada ao corpo. Hoje vieram as notas de aferição. Foi o único a ter A a português e A a matemática.

Os professores, os auxiliares, a governanta, os colegas hoje pareciam ter descoberto uma nova criatura. Conviveram com ele quatro anos e não "sabiam" que ele para além de pantomineiro (imbatível...) era afinal "assim", "como o irmão"....

Abençoado exame, que hoje parece ter feito sobretudo uma vítima. É que o meu filho mais novo agora acredita, também ele, que afinal é um belíssimo aluno, e não só um "artista"....

4 comentários:

San disse...

bem, a experiência ensinou-me que, por detrás de um(a) grande pantomineiro(a) está quase sempre uma inteligência que prefere divertir-se.
;)

Dutilleul disse...

Ganda peneirento, é o que o senhor é. Os meus rapazes são uns génios muito melhores que os seus e nunca tiveram essas notas.

Piotr Kropotkine disse...

nem mais...

Lola disse...

Piotr,

As emoções que os nossos meninos nos trazem de vez em quando:)))

E é com orgulho que tu vês o teu pantomineiro atingir o grau de excelência do outro,

Parabéns aos três.